20 julho, 2012

O amigo e as atitudes amigáveis




Fish: Change of heart

A identidade de amigo
é posta e reposta nos comportamentos e atitudes que vão sendo tomados pelos
atores sociais e afetivos dessa trama.
Tecido cuidadosamente tecido, vai sendo alinhavado e costurado com ações, afetos,
afinidades, respeitos. Intimidades: platôs de intensidade que são heterogêneos na sua convergência para o centro nuclear do vínculo.

Tem aqueles que são amigos (identidade configurada pela continuidade temporal e espacial).
Tem aqueles que estão amigos (característica configurada por variações - ao infinito - na "duração" têmporo-espacial).

Que diferença há entre uma e outra atitudes?
Nenhuma, a rigor, pois amigos (que têm a identidade de amigo) fazem e dizem coisas que não são DO amigo, mas da humanidade deles.
E tem pessoas que não tem a identidade de amigo, que fazem e dizem coisas que são de amigo (e, assim, não DO amigo).

Eu gosto de ambas, dos que são e dos que
estão amigos.
Atitudes e ações amigáveis não identitárias são fundamentais e até imprescindíveis para a mudança no e do mundo em que vivemos.

Amizade não tem idade.
Se dá no aqui-agora da intensidade.
É uma fatia da eternidade.


Enigma: Back to the rivers of believe


Therion: The siren of the woods


A todos que me consideram seu amigo
e a todos que eu considero meus amigos
o meu abração, neste e em todos os dias.
(Isto inclui os que tem identidade de amigo e 
os que não a tem, mas que estiveram amigos com suas
atitudes e ações numa duração de eternidade, 
... em todos os tempos).



4 comentários:

Cila disse...

Olá César...

Gostei como separou o SER amigo, do ESTAR amigo.
O que é consolidado fora do tempo (ser), do que é apenas uma volta pela arena do relógio (estar)...

O passageiro do definitivo...
Não se desfazendo do passageiro, já que este pode deixar boas pegadas nessa ampulheta de areia, ou seja, lembranças e sabedorias...

But...
Nossa, as canções escolhidas são sensacionais e épicas.
Enigma versus Therion (maravilhosos)

Um ENORME sorriso :)

Cerikky.. Cesar Ricardo Koefender disse...

Sim, eu separei um do outro, deixando linhas de interligação... pois um pode se transformar muito facilmente no outro.

A ampulheta: interessante. O eterno do tempo e o tempo do eterno.
Este senhor Chronus... sempre a nos olhar provocar.

Therion é um descoberta arrebatadora e recente. Estou apaixonado.

Um enorme sorriso pra vc tb.

Cila disse...

César...

Realmente não usei a palavra acertada, não é separar, é interligar como dissestes bem...
Uma dança de contrários que podem muito bem rolarem juntos e graciosos pelo salão, sem pisar no pé...

By the way...
Realmente Therion é a sonoridade que me acompanha as caixas acústicas das noites meditativas, junto de outros que seguem a mesma inspiração de outro mundo musical...

Como tu, eu sou apaixonada também...

Minha favorita é Sitra Ahra, desde o visual, o clip logicamente, até ao som que dispensa minhas palavras...
Reverencio sempre.

Vou te apresentar (as vezes até já conheces), duas de minhas outras sonoridades de cabeceira e companhia de silêncio e solitude:

Anathema (ingleses)
http://www.youtube.com/watch?v=4w1CpszxNzU

Canaan (italianos, e o número 1 no meu playlist, sou fã histérica )
http://www.youtube.com/watch?v=3jEPIdZBtRc


Maravilhosos também, melódicos, com aquela pitada de uma melancolia doce que toda a beleza mais pura têm.

É o que me faz ficar silenciosa, à tocar levemente a alma com dedos eremitas.

Um sorriso :)

Kátia disse...

Admiro e me encanto com todos sentimentos nobres!!! Vivo tentando aprimorar os meus.
Pena que tão poucos amigos adquirimos numa única existência. Tantos passam, bem poucos ficam, pois não
conseguem manter essa aliança que busca a aproximação e não a fusão. Ah, mas esses poucos são tão, mas
tão envolventes pra mim quanto ao ar que respiro. E, amizades superficiais não valem a pena, não é mesmo?
Há pessoas que não se encaixam em nossas vidas.

Demorei a entender sua colocação... Ao afastar um pouco da minha vivência, sim, porque cada pessoa forma
sua opinião de acordo com o que já viveu ou está vivendo, e… com seus toques, I, your slowly friend understood.
Hahahahahahahahahahaha!!!

Já lhe disse um monte de vezes, vivo babando pras reflexões que você me leva a fazer.
Obtenho aqui interação que amplia meus flexíveis conceitos, aumentam minha compreensão,
enriquecem minha cultura, esclarecem minhas dúvidas.

.