09 novembro, 2007

Fernando Pessoa, + fragmentos...



Tenho em mim todos os sonhos do mundo”.

“Haja ou não deuses, deles somos servos”.

"... há sem dúvidas quem ame o infinito, há sem dúvidas quem deseje o possível, há sem dúvidas quem não queira nada. Há três tipos de idealistas, e eu, nenhum deles. Porque amo infinitamente o finito, porque desejo impossivelmente o possível, pq quero tudo, ou um pouco mais, se puder ser, ou até se não puder ser...”

Ser feliz é reconhecer que vale a pena viver apesar de todos os desafios, incompreensões e períodos de crise. Ser feliz é deixar de ser vítima dos problemas e se tornar um autor da própria história. É atravessar desertos fora de si, mas ser capaz de encontrar um oásis no recôndito da sua alma. É agradecer a Deus a cada manhã pelo milagre da vida. Ser feliz é não ter medo dos próprios sentimentos. É saber falar de si mesmo. É ter coragem para ouvir um "não". É ter segurança para receber uma crítica, mesmo que injusta.

Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo...



Um comentário:

Elizete disse...

Só de estar vivendo temos grande motivo de agradecer a vida. Mesmo que ela muitas vezes nos traga, muitos desafios realmente... e as crises que nos fazem crescer, e que nomomento pode ser um grande problema, mas quando passado olhamos para trás e dizemos que valeu a pena, porque crescemos... F.P nesse texto deixa muito claro que tudo que nos foi dado não é por acaso e sim um presente mesmo que as vezes é difícil entender, mas que faz-nos pensar sobre nós mesmos...
Abraço amigo C