18 dezembro, 2008

Uma prece, mais uma...







Ninguém é perfeito e coerente... até mesmo esse autor escreve coisas bellas!
kkkkkkkkkkkkk
Perdoem-me a ironia divertida.

................................




Senhor, protegei as nossas dúvidas, porque a Dúvida é uma maneira de rezar. É ela que nos fazem crescer, porque nos obriga a olhar sem medo para as muitas respostas de uma mesma pergunta. E para que isto seja possível,

Senhor, protegei as nossas decisões, porque a Decisão é uma maneira de rezar. Dai-nos coragem para, depois da dúvida, sermos capazes de escolher entre um caminho e o outro. Que o nosso SIM seja sempre um SIM, e o nosso NÃO seja sempre um NÃO. Que uma vez escolhido o caminho, jamais olhemos para trás, nem deixemos que nossa alma seja roída pelo remorso. E para que isto seja possível,

Senhor, protegei as nossas ações, porque a Ação é uma maneira de rezar. Fazei com que o pão nosso de cada dia seja fruto do melhor que levamos dentro de nós mesmos. Que possamos, através do trabalho e da Ação, compartilhar um pouco do amor que recebemos. E para que isto seja possível,

Senhor protegei os nossos sonhos, porque o Sonho é uma maneira de rezar. Fazei com que, independente de nossa idade ou de nossa circunstância, sejamos capazes de manter acesa no coração a chama sagrada da esperança e da perseverança. E para que isto seja possível,
Senhor, dai-nos sempre entusiasmo, porque o Entusiasmo é uma maneira de rezar. É ele que nos liga aos Céus e a Terra, aos homens e as crianças, e nos diz que o desejo é importante, e merece o nosso esforço. É ele que nos afirma que tudo é possível, desde que estejamos totalmente comprometidos com o que fazermos. E para que isto seja possível,

Senhor, protegei-nos, porque a Vida é a única maneira que temos para manifestar o Teu milagre. Que a terra continue transformando a semente em trigo, que nós continuemos transmutando o trigo em pão. E isto só é possível se tivermos Amor - portanto, nunca nos deixe em solidão. Dai-nos sempre a tua companhia, e a companhia de homens e mulheres que tem dúvidas, agem, sonham, se entusiasmam, e vivem como se cada dia fosse totalmente dedicada a Tua glória.
Amém.
(Paulo Coelho)

4 comentários:

Dalva disse...

Boa noite, amigo. Perdoe-me também a ironia, mas me surpreendi com tão bela oração desse autor. Identifico-me principalmente com a parte que trata da fé e da dúvida. Penso que se complementam (apesar da incoerencia.
Afinal, não será a fé também isso,
acreditar na incerteza
e duvidar da certeza?

Abraços!

Carol disse...

Muito linda Cesar,eu queria ter toda essa fé q o autor tem sabes?rs...está tdo mto lindo aqui,cada dia que venho mais coisas belas!!!!
Teu gosto é bárbaro,tem um misto de tdo,vc le uma mensagem q serve para várias enterpretações,cada qual tem seu encanto,show;)
abração amigo,Carol

Cerikky.. Cesar Ricardo Koefender disse...

Acredito que sim Dalva.
Estabelecer diálogos permanentes e sucessivos entre fé, crença e dúvida.
Edgar Morin ensina que é possível juntar as coisas mais "incoerentes" e exercitar o que ele chama de dialógica, ou seja, olhar para as contradições como estando juntas e sem possibilidade de síntese, já que obedecem a lógicas diferentes.
As dúvidas levam ao conhecimento, e, nesse sentido... questionar e buscar as "leis" que regem os fenomemos é "questão de ordem".
Obrigado pelo seu comentário e visita.
...........

Carol, você sempre amável e participativa... e captando o "sendido das coisas"...
Obrigado querida, volte sempre, sim?
........

Abração para vocês duas.

Flor ♥ disse...

Oi, amigo. Creio que expressar nossas dúvida é positivo. A vida é repleta de incertezas e precisamos enfrentá-las de coração aberto. Somente assim seguiremos em frente de forma saudável, mesmo que muitos questionamentos legítimos permaneçam sem resposta. Tomando por base a atitude do próprio Jesus diante de alguém que vacila em suas incertezas:

“(...) se podes fazer alguma coisa, tem compaixão de nós e ajuda-nos. Ao que lhe disse Jesus: Se podes! - tudo é possível ao que crê. Imediatamente o pai do menino, clamando, [com lágrimas] disse: Creio! Ajuda a minha incredulidade” Marcos 9,22-24.

É assim...aquele que tem dúvidas, sinceras, vindas de um coração que tem sede de acreditar, sempre é contemplado.

Abraços!

Flor ♥ (Dalva)